BIOGRAFIA DOS UFÓLOGOS BRASILEIROS

Sunday, April 09, 2006



FERNANDO GROSSMANN (In Memoriam)

Nasceu em 18 de setembro de 1932, em Campos de Goitacazes, no estado do Rio de Janeiro e faleceu em 3 de Fevereiro de 2015. Funcionário público aposentado trabalhou como técnico em zoologia e zootecnia. Seu interesse por Ufologia remonta a infância, pois acompanhou pelos jornais casos clássicos como Roswell e Kenneth Arnold. Freqüentou a ABECÊ - Associação Brasileira de Estudos das Civilizações Extraterrestres, fundada em São Paulo em 1.968. Em fins de 1974 participou de uma comissão que extinguiu a ABECÊ, criando em seu lugar uma nova entidade intitulada APEX – A Apex contou com a colaboração de Fernando Grossmann, Max Berezovsky , Silvio Lago e Caetano Vasto Neto. Associação de Pesquisas Exológicas. Foi um de seus diretores mais ativos encarregado da pesquisa de campo, pesquisando casos como o de João Prestes Filho de Araçariguama-SP. Este episódio serviu de ponto de partida para elaboração de hipótese de sua autoria denominada "Hipótese Gótica". Foi secretário do ufólogo suiço Whilhelm Willi Adolf Wirtz durante 4 anos (1973 a 1975). Trabalhou para o Estado na área de Zoologia. Foi o primeiro a relacionar no Brasil, a Criptozoologia com a Ufologia. Conferencista e autor de vários artigos ufológicos em periódicos nacionais e internacionais. Atualmente está aprimorando a "Hipótese Gótica" e preside a Fundação Carpática de Pesquisas Góticas. O zootecnista e entomólogo Fernando Grossmann ministrou um curso sobre criação de abelhas jataí. Segundo Fernando Grossmann, que já trabalhou na Estação Experimental de Apicultura do Instituto de Zootecnia e no Museu de Zoologia, existem mais de 300 espécies de abelhas indígenas, nativas do Brasil, entre as quais a jataí, que se adapta muito bem às condições urbanas. Trata-se de uma espécie extremamente dócil, com ferrão atrofiado, prestando-se muito bem para criação para fins ornamentais e como passatempo. Criptozoologia é uma palavra grega e quer dizer: galerias subterrâneas, labirintos. Todavia ela se refere a uma fauna cuja dispersão geográfica ocorre nos locais menos acessíveis do Planeta: as altas cordilheiras de montanhas, as grandes profundidades marítimas e hipotéticos bolsões subterrâneos. Uma fauna oculta e bizarra cuja existência não é admitida pela Zoologia oficial, nem possui espécimes nas coleções de museus de zoologia, mas que ao longo de séculos e milênios o povo insiste em vê-las. O criador do termo Criptozoologia e da Criptozoologia clássica foi o holandês Bernard Heuwelmann. Todavia Fernando Grossmann procura os fundamentos da Criptozoologia na revisão das hipóteses sobre a origem e evolução da vida em nosso Planeta. Conclui que: - A vida se originou na Terra por "pangenesia".

0 Comments:

Post a Comment

<< Home