BIOGRAFIA DOS UFÓLOGOS BRASILEIROS

Saturday, April 08, 2006

WALTER OLIVEIRA DA SILVA

O acontecimento não deixou qualquer vestígio que pudesse ser encontrado durante o dia no alto da colina.Outro caso interessante ocorreu na noite de 23 de julho do mesmo ano, após o aparecimento de um estranho pictograma - como também são chamados os círculos. Dias após o aparecimento do desenho, um jovem com um detector de metais encontrou três moedas muito antigas, uma de ouro, outra de prata e uma terceira de bronze, enterradas no interior da figura. O mais estranho é que nessas moedas estava esculpido o mesmo desenho surgido na plantação. A análise das moedas constatou um elevadíssimo grau de pureza nos metais, algo praticamente impossível de se conseguir na época em que haviam sido cunhadas. Belas e intrigantes, essas inexplicáveis figuras também puderam ser encontradas no Brasil nos últimos anos. No dia 03 de dezembro de 1996, por volta das 17:00 h, dois agrimensores que não quiseram se identificar,encontraram em um charco, a 100 m da Escola de Especialistas da Aeronáutica, na cidade de Guaratinguetá (SP), uma circunferência simétrica com cinco metros de diâmetro, em uma área pantanosa. A vegetação estava dobrada no sentido horário e os filetes do capim não estavam quebrados. Este caso foi pesquisado pelo ufólogo Walter de Oliveira, do grupo União das Forças Ostensivas de Lorena (UFOL).

Duas noites anteriores ao surgimento da figura foram observadas luzes alaranjadas pelos moradores locais. Após o fato, foi construído um muro separando a área militar do aeroclube local, e o charco foi aterrado para a construção de uma estrada, descaracterizando a região onde surgiu a marca. A freqüência com que os círculos aparecem e sua diversidade nos provam que o enigma sobre sua origem e significado persiste, intrigando especialistas, ufólogos e até mesmo céticos, que igualmente buscam uma resposta para o fenômeno.Talvez no dia em que se comprovar o real envolvimento de seres extraterrestres com essas figuras, elas se tornem mais importantes do que fotos de discos voadores. Estas apenas provam a existência dos UFOs, hoje inquestionável, enquanto os círculos demonstram sua inteligência, habilidade e tentativa de nos enviar mensagens, interagindo conosco. Infelizmente, até o momento, de maneira incompreensível.

OVNI POUSA EM CHARCO DENTRO DE ÁREA MILITAR

Na madrugada do dia 02 de dezembro de 1996, alguns moradores da região observaram um OVNI luminoso sobrevoando as proximidades da Escola de Especialistas de Aeronáutica e do Aeroclube de Guaratinguetá-SP.

O ufólogo da UFOL (União das Forças Ostensivas de Lorena), Walter de Oliveira, (hoje com 49 anos), encontrou no dia seguinte a 100 metros do Aeroclube de Guaratinguetá e da Escola de Especialistas de Aeronáutica, uma marca circular de cerca de 8 metros de diâmetro sobre o capim (Taboa) que nascera num lago.

O capim estava amassado no sentido horário e sem clorofila, havia vestígios de queimado no centro da marca e em quatro pontos ao redor da mesma. Toda a vegetação fora da marca encontrava-se intacta.

Foram tomadas fotografias do local, bem como foram realizadas filmagens em vídeo. Amostras de vegetação também foram colhidas para análise na UNITAU, em Taubaté-SP.

Recentemente, no dia 12 de outubro de 1997, o GUG-Grupo Ufológico de Guarujá esteve no local e constatou a veracidade do caso, bem como verificou que o local atualmente está descaracterizado, em virtude do charco ter sido aterrado para a construção de um muro divisor entre o Aeroclube e a instalação militar.

O círculo que apareceu no charco lembra muito os círculos ingleses e "ninhos" em charcos são raros...

OVNI TRIANGULAR SOBREVOA A ESCOLA DE ESPECIALISTAS DA AERONÁUTICA

Outro caso interessante presenciado por muitas pessoas, acontecido em 18 de junho de 1997, nas dependências da Escola de Especialistas de Aeronáutica, em Guaratinguetá e analisado pela UFOL, revela o avistamento de um OVNI triangular.

Às 19 horas, se encontrava de serviço no portão de acesso ao "Pingo de Ouro", o militar Douglas Nacur de Carvalho, que observou um objeto triangular que possuia uma luz em cada extremidade, mudando de cor a todo instante, disparando focos de luz sobre o seu posto de serviço.

O OVNI efetuou movimentos aleatórios sem produzir nenhum som. Devido a baixa altitude do objeto voador e com objetivo de preservar a segurança, um oficial teria autorizado o militar para que atirasse no objeto caso este se aproximasse demais.

Após 30 minutos de permanência no local, o OVNI desapareceu velozmente, deixando atrás de sí um rastro prateado.



0 Comments:

Post a Comment

<< Home